• Você já conhece os fios absorvíveis de sustentação?

    fios-absorviveis-lifting-sem-cortes-dermatologia-e-saude

    Imagem: reprodução

    Você já deve ter ouvido falar sobre o fio russo, fio de ouro e outros fios, quando ouvia as mulheres mais velhas, que frequentavam centros estéticos, comentarem sobre terem feito ou conhecerem estes tratamentos.

    Pois é, antigamente a técnica de colocação de fios de sustentação foi muito utilizada por dermatologistas e cirurgiões plásticos e acabou sendo muito bem aceita pelos pacientes que ainda não tinham indicação de um lifting de face ou simplesmente não queriam se submeter à este procedimento.

    Mas a técnica, ao longo dos anos, foi caindo em desuso. Ao passar dos anos nossa pele fica mais fina e perdemos gordura em alguns locais do rosto. Tudo isso acontecia e o fio permanecia no mesmo local aonde havia sido implantado. Esta redução de espessura da pele, que acontecerá com todos nós pela degradação de colágeno, diminuição da produção deste e pela oxidação da pele, deixava o fio visível e trazia um incômodo estético tremendo ao paciente, que precisava se submeter à uma pequena cirurgia para retirá-lo.

    Foi então que, no meio do ano passado, um fio reabsorvível feito de??ácido poliláctico?? baseado nos métodos cirúrgicos que já utilizam fios que são naturalmente reabsorvidos pelo nosso organismo, foi introduzido com uma nova “pegada”. Este fio é relativamente simples de ser colocado,em um procedimento minimamente invasivo de apenas 20 a 30 minutos e o melhor: o fio é reabsorvido pelo organismo após cerca de 18 meses, o que nos permite reavaliar o paciente.
    A melhor parte até agora é a possibilidade de tratar áreas corporais, áreas como aquela flacidez chata do abdome inferior, braços e face interna da coxa.

    Como funciona?

    Banner explicativo (1)

    Imagem: reprodução

    O paciente é submetido à medição da área tratada para saber o tamanho do fio que irá receber e a quantidade (o mínimo para face é de 1 par). Os pontos de entrada podem ser anestesiados com com lidocaína para evitar qualquer incômodo. O fio reabsorvível é introduzido na pele com uma agulha até o tecido subcutâneo (gordura) e então o fio é direcionado neste tecido até o ponto inicial, onde se deseja promover o efeito lifting. O fio possui pequenos, quase minúsculos cones que promovem a tração quando exercemos uma força contrária à eles. Uma leve tração é então promovida em ambos os lados do fio e as pontas são cortadas. Pronto!

    O resultado é visível na hora!

    O paciente deve aguardar cerca de 1 semana para melhora de possíveis hematomas que podem surgir decorrentes da aplicação. O ponto de entrada pode apresentar uma discreta depressão por até 7 dias (este pode ser um inconveniente para alguns pacientes), mas de resto este tornou-se um grande aliado nos tratamentos estéticos, ideais para quem deseja resultados sem passar por cirurgias plásticas, com resultados satisfatórios e naturais.

    Estamos sempre levando ate vocês procedimentos com preços especiais e com os melhores atendimentos!

    Procure sempre um profissional capacitado!

    1801271_245896268929773_3892921089410387234_o-600x222

    Imagem: divulgação

    Você conhece um Biomédico esteta e suas áreas de atuações?!

    Se não, entre no site: http://biomedicinaestetica.bmd.br/

    Sobre o autor:
    Luciana Cabral
    Luciana Cabral
Tutores Hicks Aretesanais Sorrir Planta e La Griffe